Publicações

Tamanho do Pênis, quando buscar ajuda?

O tamanho do pênis é tema de preocupação para muitos homens! Entenda melhor!

A preocupação com o tamanho do pênis acompanha os indivíduos do sexo masculino desde a sua adolescência. Vídeos eróticos, sites e conteúdos pornográficos criam ilusões e idealizações equivocadas na mente destes homens. O resultado? Descontentamentos e frustrações desnecessárias motivados por fantasias de que não serão aceitos por suas parceiras.

Pesquisas realizadas com mulheres mostraram que mais de 90% delas estavam satisfeitas com o tamanho do órgão genital de seu parceiro. E mais que isso, os dados coletados mostram que a circunferência (espessura) do pênis, na maioria das vezes, é mais importante na estimulação sexual da mulher que o comprimento! O clitóris feminino, local de muitas terminações nervosas e por isso fundamental para o orgasmo da mulher, pode ser estimulado de diversas formas, não apenas com a penetração. Veja como o tema do tamanho do pênis é controverso e predominantemente psicológico por parte dos HOMENS!

Qual seria o tamanho considerado normal de um pênis de um adulto?

Entende-se por tamanho normal o pênis de 10 a 17 cm em ereção e que menos de 3% da população masculina esteja fora da média, para mais ou para menos. A grande maioria dos homens tem o pênis normal e suas inquietudes são desnecessárias. Apenas uma minoria necessitará de auxílio psicológico e urológico.

Fique atento a soluções milagrosas e enganadoras, como aplicações de produtos e estimulações. Além de sem eficácia, podem gerar malefícios a sua saúde sexual. Se desejar investigação, busque por profissionais especialistas, ou seja, médicos Urologistas com CRM e título de especialista.

Em quais casos a cirurgia de aumento peniano é válida?

A cirurgia para aumento peniano deve sempre ser considerada a última opção de tratamento, pois o resultado nem sempre é o esperado, podendo ainda surgirem deformidades que acabam influenciando a ereção.

Uma opção razoável de cirurgia seria para o homem que já apresenta uma disfunção erétil refratária, muitas vezes associada ao descontentamento pelo tamanho peniano. Nestes casos, a colocação de próteses penianas proporcionariam discreto aumento e principalmente maior tumescência.

O que é o micropênis?

 O micropênis, geralmente diagnosticado na infância é um problema de difícil resolução, geralmente ligado a deficiências hormonais, hormônio do crescimento ou gonadotrofinas e algumas síndromes. Esporadicamente não encontramos o fator que desencadeou a doença. O tratamento requer equipe multidisciplinar com endocrinologista, psicólogo e urologista.

Consulte sempre um Urologista!

Para agendar uma consulta com o Dr. Felipe Delgado, clique aqui. 

Principais causas da Infertilidade Masculina

Conheça as causas da Infertilidade masculina

Cerca de 15% dos casais não conseguem engravidar, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). O problema é considerado quando o casal não consegue chegar a gravidez após um ano de tentativas, com sexo ativo, sem o uso de métodos anticoncepcionais.

Quando o casal apresenta este problema, ambos devem ser investigados, com o apoio de um médico Urologista e Ginecologista. Sabe-se que as causas são igualmente distribuídas entre os sexos e que também existem casos em que os dois indivíduos possuem problemas a serem tratados.

Causas da Infertilidade Masculina

Existem homens que nascem inférteis, por fatores genéticos e aqueles que se tornam inférteis por alguma doença, infecção ou estilo de vida. A caxumba é um dos exemplos de infecção que pode tornar o homem infértil e a varicocele (varizes na região escrotal) é a principal doença masculina causadora da infertilidade. Podemos citar outras causas como as infecções seminais, as obstruções do epidídimo, a criptorquidia (testículos fora da bolsa testicular), a falência testicular primárias e as disfunções hormonais.

Causas psicológicas e situações de estresse também podem atrapalhar as tentativas de engravidar. Nestes casos, o tratamento pode exigir a participação de um psicólogo ou psicanalista para atuar de forma eficaz no controle da ansiedade e emoções envolvidas no processo. Outros profissionais da área da saúde podem ser atrelados ao tratamento multidisciplinar, quando o problema está relacionado ao estilo de vida do paciente. Sabe-se que o tabagismo, o uso de drogas e medicamentos específicos e a obesidade são fatores que prejudicam a produção e a qualidade dos espermatozóides, podendo levar a infertilidade do homem.

Diagnóstico da Infertilidade Masculina

A maioria dos homens descobre seu problema de fertilidade no momento que deseja engravidar. Contanto, é recomendado, que antes mesmo deste período, de forma preventiva, o indivíduo procure o seu Urologista para investigação de sua capacidade fértil. Na consulta ao Urologista, o médico investigará o histórico do paciente, dados clínicos, exame físico e solicitará o espermograma. Este exame é capaz de contabiliza a quantidade de espermatozóides presente no sêmen.

Tratamento da Infertilidade Masculina

Existem diversos tratamentos possíveis, de acordo com a causa diagnosticada.

Muitas vezes, a infertilidade por ser revertida de forma simples, como é o caso da varicocele, em que o profissional ataca diretamente a causa, com a realização de uma simples cirurgia. As disfunções hormonais e problemas infecciosos também são corrigidos clinicamente.

Nem todo casal infértil passará por tratamentos complexos de reprodução assistida como a inseminação artificial ou a fertilização in vitro (FIV). Geralmente, estas são as opções adotadas nos casos de desconhecimento da causa da infertilidade.

Se você deseja engravidar e está encontrando dificuldades, consulte um especialista.

Para agendar uma consulta com o Dr. Felipe Delgado, clique aqui.